Varizes

Sobre a IVC

A doença venosa crônica (DVC) ou insuficiência venosa crônica (IVC) é uma patologia que afeta diversas pessoas no mundo e se caracteriza por sintomas como: peso, dor, cãibras, inchaço nas pernas e o surgimento de vasos ou veias aparentes na superfície da pele, as conhecidas varizes e os vasinhos.1

Assim como cuidamos da nossa saúde para evitar a hipertensão arterial, que é a causadora do aumento da pressão nas artérias e pode causar doenças graves ao coração, a HIPERTENSÃO VENOSA nos membros inferiores também deve ter uma atenção especial. Ela é a causadora da insuficiência venosa crônica (IVC), levando ao aumento da pressão nas veias dos membros inferiores e assim promovendo o aparecimento dos principais sintomas da IVC.2,3

Diversos fatores podem estar associados ao desenvolvimento da IVC, como: gravidez, gênero, ficar em pé ou sentado por períodos prolongados, idade, fatores genéticos, obesidade e sedentarismo.1

Quais os principais sinais e sintomas da insuficiência venosa crônica (IVC)?

A insuficiência venosa crônica (IVC) é uma doença que pode se manifestar de diversas formas e incomoda, mas não é apenas um problema estético.

Os sintomas da IVC são diversos e representam pontos de atenção para a procura do seu angiologista/cirurgião(ã) vascular e a busca do tratamento adequado. Os principais sinais e sintomas nas pernas são: dores, sensação de peso, inchaço, coceira, pele ressecada, cãibras noturnas e formigamento.

Os primeiros sinais da hipertensão venosa são as varizes e vasinhos, que aparecem nos primeiros níveis da doença. Caso não seja tratada, pode se tornar algo mais grave, como a formação de úlceras venosas nas pernas ou pés.

Caso a IVC não seja tratada, pode evoluir e se tornar mais grave, até mesmo com a formação de úlceras venosas nas pernas ou pés.

Sinais

Pequenos vasinhos

Varizes

Inchaço

Escurecimento da pele das pernas

Sintomas

Inchaço

Peso nas pernas

Pernas cansadas

Cãibras

Sensação de calor e/ou queimação nas pernas

Formigamento nas pernas

Coceira nas pernas

Desconforto nas pernas

Quais são os tratamentos possíveis?

Muitas pessoas procuram online uma solução rápida para os vasinhos e varizes. Mas a verdade é que os tratamentos devem ser individualizados e dependerão do estágio em que a doença se encontra e da gravidade dos sintomas, podendo também ser combinados para um resultado mais efetivo. Cada segmento de veia doente poderá necessitar de um tratamento diferente, ficando a critério do médico especialista indicá-los ou não.

Os tratamentos mais comuns são: mudança de estilo de vida, medicamentos orais, terapia de compressão (faixas e/ou meias de compressão), procedimentos como ablação por radiofrequência, escleroterapia, laser transdérmico e tratamentos cirúrgicos, dentre outros.

Não deixe de procurar um médico especialista para fazer check-ups regulares, pois, como outras doenças crônicas (p.ex., cardíacas e diabetes), a IVC também tem a sua importância e cuidados devem ser tomados. A busca antecipada por tratamento médico permite prevenir a progressão da insuficiência venosa crônica.

Tratamentos

Mudanças de estilo de vida:

Dieta, postura, exercícios e fatores de risco que você pode mudar são essenciais para o tratamento da IVC. Apenas 30 minutos de exercício por dia por 30 dias já começarão a fazer uma grande diferença. Exercícios de resistência nas panturrilhas (musculação) também fortalecem a bomba da panturrilha o que favorece o retorno venoso do sangue.

Medicação oral:

Os medicamentos orais podem ajudar a reduzir os sintomas provocados pelas varizes em determinadas fases da doença, como: pernas cansadas, pesadas e inchaço. Eles também podem ajudar a evitar a progressão da insuficiência venosa crônica e serem aliados nos procedimentos indicados pelo seu médico.

Meias de compressão:

Favorecem o retorno do sangue, melhorando a circulação sanguínea. É necessário prescrição médica para adequar o tipo de meia a cada paciente.

Ablação térmica:

O procedimento usa energia térmica por meio de radiofrequência ou laser para tratar as varizes tronculares de maneira precisa e eficaz. É considerado um tratamento minimamente invasivo.

Escleroterapia química:

É injetado um medicamento dentro da veia doente que tem como objetivo fazer uma reação inflamatória e que ela desapareça. Pode ser líquida ou em forma de espuma densa.

Laser transdérmico:

Método não invasivo. É um tipo de luz muito específica aplicada com alvo nas veias a serem tratadas.

Tratamentos cirúrgicos:

Existem diversas técnicas que devem ser adaptadas a cada paciente para tratar as varizes e possíveis complicações.

Encontre um médico

Se as suas pernas apresentam alguns dos sinais e/ou sintomas apresentados aqui no site “Ame suas pernas” consulte um angiologista/cirurgião vascular para avaliá-las imediatamente. Cuide-se! Existe tratamento para os sintomas venosos, varizes e vasinhos! Volte a amar suas pernas!

Encontre uma Farmácia

Informe seu CEP no campo abaixo e encontre as farmácias credenciadas mais próximas da sua residência.

Faça o seu cadastro!

Programa Sempre Cuidando

Fique por dentro de tudo sobre a doença, qualidade de vida e como ter acesso aos medicamentos incluídos no programa.

1- ZIMMET, Steven E. Sclerotherapy treatment of telangiectasias and varicose veins. Techniques in Vascular and Interventional Radiology, v. 6, n. 3, p. 116-120, 2003.
2- Hipertensão: causas, sintomas, diagnóstico e como baixar a pressão. Disponível em: https://saude.abril.com.br/medicina/hipertensao-causas-sintomas-diagnostico-e-como-baixar-a-pressao/#:~:text=A%20hipertens%C3%A3o%20arterial%20%C3%A9%20o,%C3%A9%20chamada%20de%20press%C3%A3o%20alta. Acessado em: fevereiro/2021.
3- SANTOS, Raymundo Fagner Farias Novais dos; PORFÍRIO, Gustavo José Martiniano; PITTA, Guilherme Benjamin Brandão. A diferença na qualidade de vida de pacientes com doença venosa crônica leve e grave. Jornal Vascular Brasileiro, v. 8, n. 2, p. 143-147, 2009.